Biomas e Mata Atlantica

Área Nuclear  é porção territorial onde predominam as características principais de um BIOMA; ou seja, é a área onde os conjuntos fauna e flora (BIOMA) de um ecossistema formam uma paisagem homogênea e que reúne as principais características deste bioma.

Já o termo “Faixas de transição” refere-se a faixas territoriais onde a paisagem é bastante complexa e mais heterogênea, apresentando elementos característicos de duas ou mais formações vegetacionais, ou seja, se configura em uma grande faixa diferenciada, que separa dois biomas distintos.

Estes dois termos, área nuclear  e  faixas de transição,  são  antagônicos e complementares,  e  são fundamentais para aqueles que querem se aventurar em conhecer e estudar os grandes complexos paisagísticos presente no território brasileiro.


No caso brasileiro temos vários biomas, sendo o mais destacado internacionalmente a AMAZONIA. No entanto os biomas de maior importancia para o planeta são 25 hotspots, sendo que dois brasileiros são os principais:  a Mata Atlântica e  o Cerrado.  Mais que a Amazonia, que é importantissima.
Mas a Mata Atlântica tem apenas 1% dela em pé. E que com a nova Lei Rabello, o novo Codigo Florestal ela tende a diminuir mais ainda. Porque 80% desses 1% está em mãos de proprietarios particulares, que estão ANSIOSOS para plantar cana e fazer a Mata Atlântica virar alcool e açucar.